Quanto custa criar um site profissional?
Diego Tillmann

Quanto custa criar um site profissional?

1387 visualizações

Em geral não existe uma tabela de preços para criaçãodesenvolvimento de site, inclusive pode ser bastante variável. Inicialmente, é muito importante você entender que tipo de site você quer, para poder avaliar o valor de investimento.

  • Website Institucional

  • E-commerce ou Loja Virtual

  • Landing Page

  • Blog

  • Hotsite ou Website Onepage

Para entender alguns deles, acesse nosso artigo Landing Page, Site e E-commerce: qual a melhor opção para o meu negócio?

Com isso em mente e sendo bastante resumido e minimalista na resposta, o valor de um site profissional gira em torno de basicamente três itens:

  1. O registro de domínio

  2. O serviço de hospedagem

  3. A criação e desenvolvimento

Com estes três fatores você poderá ter seu website rodando e funcionando na rede. Atualmente existem mais de 1.7 bilhões de sites registrados no mundo (fonte: InternetLiveStats), portanto foque em um trabalho bastante profissional para se destacar. Abaixo vamos abordar especificamente cada um dos itens.

Importante, o intuito dessa matéria e transparecer a você o valor de um site, e não necessariamente somente seu preço.

1. O domínio

Aqui na agência sempre recomendamos que o naming do negócio seja muito bem elaborado, tenha disponibilidade de registro de marca e principalmente domínio disponível para registro na internet. Demais recursos no que tange a branding, não serão abordados agora neste artigo. Com uma marca definida, registra-se o domínio.

Vale ressaltar que domínios com palavras chaves em seu corpo tem um grande valor para posicionamento em buscas, mas não precisa tratar isso como uma ciência exata / regra absoluta.

Os domínios nacionais são geridos pelo “NIC.br”. Isso é feito através do site registro.br e o valor praticado atualmente é de R$ 40,00 por ano, é possível obter um desconto com uma seleção maior de período de registro. Outras empresas atuam como representação no ato do registro, e podem lhe oferecer um benefício inicial (primeira anuidade grátis), mas posteriormente os valores praticados são superiores ao registro direto. Para registrar um domínio é preciso vincular a um CPF ou CNPJ, e ter um cadastro prévio no NIC.br para gerenciar o mesmo.

Uma agência irá prestar toda a assessoria para este procedimento, efetuando todo registro com os dados fornecidos.

Vale ressaltar que o domínio é como um bem do cliente e deve ser registrado em seu nome ou de sua empresa. Considere o domínio como o primeiro passo para ter um site e algo de grande relevância para iniciar um negócio. Um bom nome e com disponibilidade, pode mudar muito o cenário a seu favor nas estratégias de mercado. Uma dica importante seria atentar a domínios curtos.

O registro por si só garante apenas que seu site irá ser acessado neste endereço eletrônico, mas até aqui nada irá funcionar ainda. Para ficar mais claro, considere ser uma reserva, caso não queira publicar um site no exato momento ou enquanto os próximos itens não estejam prontos. Para que o acesso realmente funcione ainda se faz necessário um serviço de hospedagem, bem como a criação e desenvolvimento de todo o site.

2. O serviço de hospedagem

O serviço de hospedagem é uma arquitetura digital pronta para armazenar os arquivos do seu site, o banco de dados e prover acesso as páginas bem como fornecer contas de e-mail. Trata-se de um equipamento de alta performance, com alta disponibilidade de conexão para acessos simultâneos e processamento dos arquivos do website. Vendido em planos com mensalidades variáveis em geral podem ser classificados como:

  • Compartilhados, supre tranquilamente a maior parte dos sites institucionais de pequenas, médias e grandes empresas;

  • Semi dedicados;

  • Dedicados;

  • Cloud Computing, são hospedagens com recursos avançados para consumo apenas do que for demandado com total controle e gestão dos recursos e funcionalidades.

Os valores variam bastante e existe um grande número de players confiáveis no mercado. Atualmente recomendamos HostGator e Locaweb. Mas existem também GoDaddy, KingHost, Hostinger e uma infinidade de empresas nacionais e multinacionais para você comparar recursos e preços. Particularmente recomendamos fortemente o serviço que contempla protocolo HTTPS, múltiplos domínios e espaço satisfatório para contas de e-mail inclusos no plano a ser contratado. Aqui na agência, atuamos com servidores Linux com suporte a PHP e MySQL para nossos clientes.

Considere o investimento na ordem de R$ 10,00 até 35,00 mensais, para um serviço compartilhado. Vai variar muito do fornecedor e da periodicidade selecionada para pagamento do plano contratado (recomendamos anual).

3. A criação e desenvolvimento

Vamos agora a parte de maior responsabilidade da agência (ou profissional que você contratar). Aqui está incluso o trabalho completo de desenho das telas, da programação de todas as páginas e da segurança dos arquivos e banco de dados. Cabe ressaltar que em nenhum tipo de serviço desse porte, o trabalho é simples. Mesmo que para você, uma única página como resultado final, remeta a algo pequeno.

Nos posicionamos como uma agência que entrega design e desenvolvimento exclusivo sob demanda, não atuamos com “sites prontos” nem “templates prontos”. Nos destacamos pela criatividade e exclusividade na entrega e atendimento.

Podemos considerar outros três segmentos como importantes nesta etapa, dentro deste item: o design, a programação e a segurança.

3.1. Sobre o design

Deve ser criterioso o trabalho junto a identidade da marca ou acabar definindo um modelo a ser seguido para a mesma. Bem como um trabalho minucioso de usabilidade, onde é pensado em toda acessibilidade do usuário, navegação, fluidez e agilidade para se chegar aos conteúdos definidos no projeto. Indispensável já algum tempo, é necessário que seja responsivo ou contemple versões especiais do site para dispositivos móveis (os “m.”).

3.2. Sobre a programação

Como já mencionado, atuamos com linguagem PHP que nativamente é opensource, porém trabalhamos com desenvolvimento, códigos e funções próprias. Não utilizamos plataformas como Wordpress, Joomla e afins. São recursos viáveis mas não abordamos nessa linha.

Nos posicionamos em um nicho específico de entrega altamente customizada. Temos nosso próprio CMS, com um painel robusto e bastante minimalista em sua navegação. Dispondo de todos recursos necessários para cada cliente. Contemplam módulos adicionais de acordo com a especificidade de cada projeto.

A entrega de uma programação amplamente moderna, com os devidos suportes aos principais navegadores, de HTML validado pela W3C, com rica implementação para posicionamento orgânico em buscas (SEO), vai ser fundamental para que você veja resultados em curto/médio prazo em seu investimento.

3.3. Sobre a Segurança

Um servidor confiável e um código fonte bem estruturado, são dois pilares iniciais para um início de conversa sobre segurança. Várias redundâncias protegendo contra ataques e criptografia no protocolo de acesso (HTTPS), hoje também são considerados essenciais. Dados sensíveis armazenados com criptografia de duplo nível, mais uma chave segura, são diferenciais em recursos de avaliação de seguridade.

3.4. Considerações adicionais

Essa parte do processo pode ser bastante variável em termos de investimento, e possivelmente irá consumir algo em torno de 90% dos recursos investidos, senão mais. Importante ressaltar a constante evolução da tecnologia, onde é preciso estar atento as mudanças, tanto de recursos brutos de desenvolvimento como dos serviços de buscas e redes sociais, para que assim seu site acompanhe o passar do tempo e não deixe a desejar no que tange a ser encontrado pelos seus futuros clientes.

Com tudo isso concluído o restante fica a cargo da publicação, dos testes e do lançamento oficial do projeto. Posteriormente uma constante análise de metas, verificação de SEO e novas implementações, serão itens que irão manter você distinto da concorrência, sendo altamente recomendado.

Para um site profissional você irá investir inicialmente uma verba na casa dos quatro dígitos muito possivelmente, seja com um profissional freelancer ou seja como uma agência especializada.

Desconfie de valores muito baratos, compreenda e leve em consideração tudo que foi dito acima. E entenda que não se trata de uma regra absoluta, você pode validar as informações citadas conforme seu julgamento e necessidade.

É possível fazer gratuito?

Sim, é possível, mas primeiro entenda que desde sempre existiu maneiras de se publicar um site gratuitamente. Hoje isso ainda é uma opção. E sim ele pode ser o mais profissional possível, mas existem uma infinidade de características a se ponderar. Dentre as principais eu destacaria: limite de recursos; propagandas com rentabilidade e controle de terceiros; curva de aprendizado relativamente alta.

Mas conforme busquei explicar acima, com uma quantidade de páginas cada vez maior na rede, a ideia é ser destacado, criativo e constantemente atual. Para isso os recursos de um site gratuito deixarão a desejar.

Por fim, recomendamos fortemente que siga os três passos para se ter um site:

  1. Registro de domínio com NIC.br

  2. Contratação de um serviço de hospedagem (Hostgator, Locaweb ou outros)

  3. Contratação de uma agência especializada para a criação e desenvolvimento do projeto como a ZeroArts, por exemplo.

Você gostou?

Esclarecemos suas dúvidas?

Caso algo não tenha ficado claro, entre em contato para que eu possa lhe ajudar.


Postado por
Sou CEO da ZeroArts. E atuo como Publicitário / Designer Gráfico com especialidade em fusões. Também trabalho como Webmaster com destaque em Front-End Developer.
Postado - Modificado

Postagens relacionadas

Como montar uma loja virtual

Primeiramente é importante distinguir que uma loja virtual (e-commerce) também é um website. Mas nem todo website é uma loja virtual....

Leia mais

O que é necessário para criar um site?

Basicamente para a criação de um site, é necessário três itens fundamentais: O registro do domínio; Serviço de hospedagem de arquivos; O desenvolvimento do site propriamente dito...

Leia mais

Dicas para desenvolvimento de sites responsivo

Atualmente um dos termos mais populares no desenvolvimento de sites é o layout responsivo. Porém, o que realmente é um layout responsivo? Qual a sua utilidade e benefícios?...

Leia mais